• Ana Paula Brasil

Como você vive as estações?!

Atualizado: Jul 3


Neste cantinho, passei as primeiras horas do meu domingo: deu 14º às 6:30h da manhã. Uma hora antes, levantei, fiz minha rotina ayurvédica e fui ver o céu da varanda. Enquanto alimentava os gatinhos que andam por aqui, sentia passar na pele o vento gelado da manhã... Será que hoje vai esquentar? Questionar o tempo da natureza, me inspirou a escrever.


Na última semana, fez bastante frio no Vale do Capão (BA). Andei observando o tempo e refletindo modos de recepcionar o clima, frio e seco, que não achei que atravessaria este ano. Segundo o calendário, o inverno começa oficialmente amanhã - dia 21.06. Hoje, tirei o dia para me preparar para este encontro!


VIVENDO AS ESTAÇÕES

_ Dance em torno de si e em torno do sol!


Conheci o inverno junto com São Paulo. Quando morava em Salvador, o inverno não era uma questão para mim. A mudança da cidade me apresentou o frio de modo muito intenso. Eu tive que aprender a conviver com ele; mas - nos primeiros anos - o nosso encontro foi realmente desastroso. Felizmente, nos últimos 3 anos, fui aprendendo com o inverno a ser uma boa anfitriã para qualquer estação e, sobretudo, aproveitar a sua sabedoria.


A dança da Terra proporciona inúmeras possibilidades de existência e evolução, criando um ambiente fértil para vivermos nossos próprios ciclos em harmonia com o todo. O nosso planeta realiza dois movimentos constantes: um em torno de si mesmo - a rotação - e outro em torno do sol - a translação. As estações refletem a interação entre os movimentos da terra e o sol ao longo do ano. Ainda que tenhamos deixado este conhecimento nas aulas de geografia, seguimos atrelados ao movimento. Todo o tempo, ele parece nos lembrar a nossa própria natureza.


SOLSTÍCIO DE INVERNO

_Você ainda lembra?


Este ano, no hemisfério Sul, o Solstício de 21 de junho marca a noite mais longa do ano, abrindo a temporada do inverno. No hemisfério Norte, de modo oposto, ocorre dia mais longo do ano e se inicia o verão. Então, quem como eu está "abaixo" da linha do Equador agora, já pode sentir a distância do Sol e imaginar seus raios incidindo perpendicularmente lá no Trópico de Câncer... Sim, o inverno está chegando e, enquanto a ciência explica o movimento que cria o tempo, é o próprio tempo que nos convida a ocupar diferentes lugares no espaço.


_Do meu sofá, eu te pergunto: o quanto você se sente disponível para esta imensidão que chamamos vida?


Os grandes movimentos da natureza nos ajudam a ajustar o lugar que ocupamos no tempo-espaço, a observar a polaridade e a cultivar equilíbrio através da complementaridade. Vivenciar as estações é um modo de nos conectar com o ambiente em que vivemos, ritualizar a nossa existência conforme as leis do Universo e refletir, em nossa experiência individual, o ritmo criativo da natureza da qual somos parte.


YOGA & AYURVEDA NO INVERNO

_Como vivenciar a sabedoria desta estação?


O inverno é um tempo generoso onde a natureza descansa em suas próprias raízes, recria o tempo de sua atividade e encontra possibilidades de existência. Desenvolver resiliência, praticar autocuidado e investir em fortalecimento é uma boa estratégia para acessar a sabedoria do inverno. Tanto o Yoga quanto o Ayurveda oferecem ferramentas valiosas para mantermos nossa saúde e cultivarmos equilíbrio durante este período. É um momento muito propício para ampliar nossa adaptabilidade, reorganizar o nosso ambiente interno - externo e nutrir nossa inteligência criativa.


Nas próximas semanas, compartilharei minhas rotinas e reflexões de inverno aqui.

Convido você para vivenciar comigo o movimento desta estação!

_Vamos amar o inverno juntes?!



♡♡♡♡♡